Do infinito de fora ao ínfimo de dentro – Psicanálise e prática institucional

R$ 70,00

O livro “Do infinito de fora ao ínfimo de dentro – Psicanálise e prática institucional” convida colegas praticantes de Psicanálise a trazerem suas contribuições à questão: o que caracteriza uma instituição de cuidados que se oriente pela Psicanálise lacaniana? O que recolhemos são demonstrações da aplicação da Psicanálise ao campo do Social, restaurando o Outro da palavra e implicando o sintoma social no Outro, para criar um lugar para o sujeito, em lugares onde o discurso do analista, centrado em torno de um vazio real de saber-poder, possa ser operante. Difícil não pensar que a Psicanálise tem um caráter de fronteira ̶ logo, de heterotopia também ̶ , pressupondo um sistema de abertura e de fechamento do inconsciente, assim como o têm as instituições clínicas não totais, nas quais entrar e sair segue alguma determinação e exige um compromisso com o sintoma. Contra-espaços, alocações de divisão e passagem, lugares de transição, de ocupação temporária e de movimento dentro-fora, pontos de separação e, paradoxalmente, de contato, resistentes a práticas estanques e binárias, essas fronteiras funcionam como um lugar terceiro ‒ não-lugar/lugar de ninguém ‒, entre dois, que não pertence nem a um nem a outro. Mas que ̶ e aqui está nosso interesse em aplicar o conceito às instituições ̶ , ao mesmo tempo, erguem um alhures que extravia, deixa ou faz ressurgir, fora, a estranheza (alteridade) que era controlada no interior.

Do infinito de fora ao ínfimo de dentro: psicanálise e prática institucional. Organizador: Musso Greco. Editora: Redeversa/AIC. Belo Horizonte, 2021. 320 páginas.

Em estoque

Comparar

Informação adicional

Peso 455 g
Dimensões 260 × 170 × 20 mm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Do infinito de fora ao ínfimo de dentro – Psicanálise e prática institucional”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *