Exibindo 1–12 de 70 resultados

O SONHO

R$ 55,00

Scilicet-Sonho

“Passamos nosso tempo a sonhar, não sonhamos somente quando dormimos”.

JACQUES LACAN – “O Momento de Concluir”

O sonho. Sua interpretação e seu uso no tratamento lacaniano é o tema escolhido  pela associação mundial de psicanálise para seu congresso bienal. O desafio é dar conta da prática contemporânea dos psicanalistas de orientação lacaniana em relação ao sonho. Portanto, este Scilicet visa ao cerne da prática analítica. Seu objetivo é o de definir a céu aberto a maneira pela qual os sonhos são analisados nos tratamentos de hoje em dia. Assim, prezado leitor, você poderá saber como o sonho é interpretado e qual uso se faz disso no tratamento.  Este volume é o oitavo da série Scilicet, cujo título é retomado da revista epônima criada por Jacques Lacan, que assim se dirigia a cada leitor: – “Tu podes saber”. Scilicet é uma ferramenta fundamental a serviço do saber exposto dos psicanalistas, mobilizada por ocasião de cada congresso da Associação Mundial de Psicanálise (AMP). Na abertura deste volume, temos a alegria de oferecer aos leitores de Scilicet um texto de Jacques-Alain Miller, “Despertar”, escrito em 1979.

O TEMPO O OBJETO NA CLÍNICA PSICANALÍTICA COM CRIANÇAS – Clínica Psicanalítica com Crianças VOL 1

R$ 70,00

A construção proposta sob o título “O tempo e o objeto na clínica psicanalítica com crianças” demonstrou-se complexa em todo seu percurso, uma vez que os termos envolvidos – a criança, o objeto e o tempo – erigem cada um deles um edifício próprio para sua sustentação, fazendo-se necessária uma descrição das maneiras como se engendram esses termos na clínica psicanalítica com crianças. A psicanálise revela que a infância inaugura um tempo de encontro do sujeito com suas perguntas fundamentais sobre o sexo e a existência. Freud pode escutar em sua clínica, a criança que existe no adulto, a neurose infantil que emerge na fala do sujeito e em sua conduta, que repete o que não pode ser rememorado. A clínica psicanalítica testemunha os obstáculos encontrados pelo sujeito no caminho da satisfação de seu desejo, pela via do objeto. O objeto a é, legitimamente, uma invenção de Lacan: nem tudo em análise será transformado em palavras. Há algo que resiste à significação, o objeto a que é então reduzido a uma função lógica de representar o que não pode ser representado. Assim, o objeto não é um dado a priori, ele terá que ser construído no interior da experiência psicanalítica – eis um dos desafios para os psicanalistas de crianças.

Tributo a Célio Garcia

R$ 65,00

Sumário

Prefácio

Testemunhos

 

Célio Garcia: entre a diplomacia e o ministério – Alberto Murta

Célio Garcia , em Belo Horizonte: uma homenagem – Ana Maria Lobosque

Para Célio, ainda – Andréa Gontijo Álvares

Dois momentos –  Bernardino Horne

Célio Garcia, uma psicanalista – Cleyton Andrade

A videira e o morang0 – Celso Rennó Lima

Célio Garcia: “Para onde vai o amor quando o amor acaba?” – Cristiane Barreto

Que saudade! – Cristina Drummond

Carta sobre Célio Garcia. Internet e estilo – Cristina Sandra Pinelli Nogueira

Do que se trata – Cristina Vidigal

O filme (de rua) como pro-jeto de vida – Daniel Carneiro e Joanna Ladeira

4+1 Encontros com Célio Garcia – Dário de Moura / Débora Matoso

Eneida Santos / Marcos Bortolo

Um orientador sutil – Elisa Alvarenga

Minha análise com Célio Garcia – Fabíola Botelho Campos Serrano

Do asfalto vermelho a um chá em Paris – Fernando Antônio Botoni

Confissões – Francisco Paes Barreto

Papéis no chão: lembranças de Célio Garcia – Frederico Feu de Carvalho

O inconsciente é a rua Santa Maria de Itabira ao anoitecer – Gilson Iannini

Célio Garcia: considerações acerca de sua presença no mundo – Ilka Franco Ferrari

Com suas palavras – Inês Seabra Abreu Rocha

Encontros com Célio Garcia – Iordan Gurgel

Uma presença inquietante – Jefferson Machado Pinto

Célio Garcia: o professor – José de Anchieta Corrêa

Encontro com o desassossego – Juliana Motta Meirelles

Da cumplicidade amiga – Lázaro Elias Rosa

“Me inclua fora dessa” – Ludmilla Feres Faria

Célio Garcia, uma forma de existência – Marcela Antelo

Um homem livre – Maria do Carmo Duarte-Ferreira

Célio Garcia e a construção da interface entre a Psicanálise e o Direito – Maria José Gontijo Salum

O psicanalista a ser inventado – Musso Greco

Fragmentos da minha análise com Célio – Paula Ângela de Paula

Psicanálise e a democracia radical segundo Célio Garcia – Renato Carlos Vieira

Uma clínica em constante invenção – Ricardo de Menezes Macedo

Para Célio, com carinho – Samyra Assad

Célio Garcia: três encontro memoráveis – Sandra Arruda Grostein

Um analista infamiliar – Sérgio de Campos

A partida de Célio – Sérgio Laia

Ao Célio Garcia – Sergio Mattos

 

Escritos de Célio Garcia

Nas curvas de Lesbos

Amor cortês para o dia dos namorados e das namoradas

Exercício para pensar uma política

Lógica dos Mundos

Materialismo democrático e dialética materialista

A importância da Internet

O desafio da Filosofia, da Psicanálise e da política

Neurociências: plasticidade ou flexibilidade?

Eu vou de Glauber Rocha

Como, nos anos 80 , saímos do regime que nos foi imposto na quadra 64/68?

Somente a utopia nos salva da catástrofe

CURINGA 48

R$ 50,00

INDICE

 

CARTAS NA MESA

10 O nó dos três círculos: o AP, o AME e o Passe

Elisa Alvarenga

 

INTERNACIONAL

18 Urgência: palavra sob a pressão de satisfação

Fernando Casula

20 Urgência e satisfação

Christiane Alberti

 

TRANSITORIEDADE: O TEMPO E O SONHO EM ANÁLISE

46 Nota ligeira sobre a “Transitoriedade”

Gilson Iannini

50 Transitoriedade (1916)

Sigmund Freud

54 Que tempo para a psicanálise?

Graciela Bessa

64 Do inconsciente atemporal à precipitação do tempo na sessão analítica

Maria Jose Gontijo Salum

73 Três considerações sobre o manejo do tempo na sessão analítica

Simone Souto

79 A urgência na experiência analítica

Laura Rubião

87 Tempo, trauma e acontecimento

Lúcia Grossi

93 Não se desperta jamais do sonho

Jésus Santiago

103 Sonho e inconsciente real

Ram Mandil

110 Onde não vês, Isso mostra

Henri Kaufmanner

 

RESSONÂNCIAS DO PASSE

124 O sonho: da transferência ao ultrapasse

Fabián Fajnwaks

139 Finalizar e arrematar

Sérgio Laia

 

EXTIMIDADES

150 Introdução à conversa com Daniel Jablonski

Frederico Feu de Carvalho

152 O sonho louco: conversa com Daniel Jablonski

 

SUPERVISÃO: EFEITOS DE FORMAÇÃO

176 O controle do analista praticante

Sérgio de Campos

 

RADAR

186 O repúdio à feminilidade

Patrick Monribot

 

O QUE É O AUTISMO, HOJE?

R$ 30,00

Fórum de Debates.

Observatório de Politica do Autismo da EBP/Fapol.

Trauma, Solidão e Laços na Infância e Na Adolescência: A experiência do CIEN no Brasil.

R$ 65,00

As crianças e os adolescentes brasileiros tem mulheres e homens ao seu lado…

AUTORES: Nohemí Brown, Lucíola Macedo e Rodrigo Lyra

Autismo – a cada um seu genoma

R$ 32,50

Coleção Psicanálise e Ciência

AUTORES: François Ansermet e Ariane Giacobino

Supereu

R$ 65,00

Em todos os momento em que contava sua historia, sua face assumia uma expressão muito estranha e variada. Eu só podia interpretá-la como uma face de horror ao prazer todo seu, do qual ele mesmo não estava ciente…

AUTOR: Sergio de Campos

O Feminino que acontece no corpo

R$ 58,50

De tal maneira que é preciso inventá-la. Nesse sentido, chamamos de mulheres esse sujeito que tem relação essencial com o nada.

AUTORES: Heloísa Caldas, Alberto Murta e Claudia Murta

LEITURAS DO SEMINÁRIO….ou pior

R$ 45,50

Neste seminário, mais uma vez evidenciou-se que a leitura do texto lacaniano é um trabalho sempre inacabado que depende do esforço de cada sujeito e do seu engajamento com vistas e promover uma licença do rigor doutrinal com uma pergunta singular.

AUTORES: Glacy Gorski e Maria Josefina Sota Fuentes