FEMININO: UM CONJUNTO ABERTO AO INFINITO

R$ 40,00

O livro parte dos impasses de Freud em relação à sexualidade feminina e o modo como Lacan localizou um gozo suplementar para pensar o feminino. É pela via do gozo suplementar que é possível cernir na teoria lacaniana três momentos em que a devastação aparece ligada à sexualidade feminina.

Palavras Chaves: feminino, gozo feminino, devastação, não-todo

Fora de estoque

ESGOTADO! Avise quando disponível.

Comparar

Descrição

Sumário

Apresentação – Elisa Alvarenga
Introdução

Capítulo 1: A Verwerfung e o semblante fálico
Juízo de atribuição e juízo de existência
Verwerfung e Ausstossung: ausência do juízo de existência
Das Ding e Verwerfung
Lógica universal do falo: Todos têm pênis

Capítulo 2: A sexualidade feminina e o semblante do falo
A lógica atributiva do falo: ter ou ser o falo
O Penisneid
Desejo da mãe
A relação mãe e filha

Capítulo 3: A lógica do não-todo e a devastação
A função fálica Φx
Fórmulas da sexuação
O gozo feminino e a devastação
Erotomania e devastação

Capítulo 4: Potlatch amoroso: outra versão para o masoquismo feminino
As fantasias de espancamento em mulheres
O masoquismo feminino, uma fantasia masculina
Mascarada masoquista
Potlatch amoroso

Capítulo 5: As voltas do dito
Madeleine, Medéia e Ysé
Do objeto abandonado ao objeto que se abandona
Da posição subjetiva “entre a vida e a morte” para “mundana”
A rainha da noite (morte) eu mord(t)o.
“Patu”

Informação adicional

Peso 240 g
Dimensões 210 × 150 × 20 mm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “FEMININO: UM CONJUNTO ABERTO AO INFINITO”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *