Exibindo 49–60 de 62 resultados

O TEMPO E A CURA NA CLÍNICA PSICANALÍTICA

R$ 60,00

Ao abordarmos os aspectos distintos que o tempo possui na trajetória analítica, sobretudo naquilo que envolve o singular na lógica que estabelece a experiência com o inconsciente, trazemos a investigação que implica o tempo em sua relação com a matéria, a distância e o espaço no dispositivo analítico. Trata-se de investigar, a partir das intervenções dos colegas, o tempo sobre o qual a ética da psicanálise, a rigor, se sustenta, pelo viés do manejo que precipita a ascensão de um desejo em detrimento de uma garantia da paz.

OBJETO, GOZO E CORPO NAS TOXICOMANIAS E ADIÇÕES – UMA LEITURA PSICANALÍTICA

R$ 40,00

O livro é fruto de uma pesquisa teórico-clínica fundamentada na experiência com pacientes que recorrem ao uso de drogas  como forma de tratamento do sofrimento. A obra apresenta a leitura de uma investigação sobre as especificidades das toxicomanias e das adições, o estatuto do objeto e sua relação com o gozo e o corpo. Além disso, frente a uma variedade de usos e abusos do objeto droga, promove a discussão, a partir de casos clínicos, sobre a singularidade do recurso à droga em cada caso, considerando o tratamento possível pela psicanálise de orientação lacaniana.

Palavras chaves: toxicomanias, adições, objeto, gozo, corpo.

 

PSICANÁLISE – A CLÍNICA DO REAL

R$ 136,00

A obra organiza-se de acordo com os tempos de um tratamento analítico: a entrada em análise, a condução do tratamento, as dificuldades de percurso e os finais da análise. Seu conteúdo reflete um extenso debate sobre temas fundamentais à prática da psicanálise no século XXI: – Como se entra em análise? – Será a partir da relação do sujeito com seu gozo, que o faz se embrulhar com o real? – Como o analista desse novo tempo dirige o tratamento? – Uma análise é para saber mais de si, para errar menos, ou é para levar a pessoa a descobrir que o saber é sempre incompleto e que a vida é um contrato de risco? – Quais as dificuldades do caminho? – O que é um final de análise? – Como se dá o término de um tratamento? Com conteúdo editado pelo psicanalista e médico psiquiatra Jorge Forbes e organizado pela professora doutora e psicanalista Claudia Riolfi, os autores, todos pertencentes à rede dos Institutos do Campo Freudiano no Brasil, prioritariamente ao Instituto da Psicanálise Lacaniana, ousaram vir a público expor como estão pensando e praticando a psicanálise no século XXI.

Sim, é

R$ 60,00

O livro “sim, é”, (Blanche/PR/2020) de autoria de Fátima Pinheiro, contém contos, poemas, koans, tankas e haicais. Composto por 187 páginas, desde o título, “sim, é” já confirma a que veio: dizer sim à ex-sistência, à insistência do real.

Observa-se, também, na obra, o aspecto koânico, que, ao quebrar o sentido, faz ressoar as palavras em sua materialidade, o que remete a questão à pura articulação sonora que atravessa o corpo.\

TODO EL MUNDO ES LOCO

R$ 200,00

Todo mundo é louco é um elo a mais na tarefa de elucidação do ensino de Lacan. A Orientação lacaniana que se manifesta nesses cursos tem maneiras variadas e eficazes de elucidar esse ensino: o comentário de uma frase elevada a nível de conceito, uma palavra iluminadora, etc. No entanto, nestas páginas encontramos uma agradável novidade, não apenas no que diz respeito a por onde Miller avança, mas quanto à maneira como se posiciona para esse percurso, já que fala como analisante; é a sua maneira de abrir caminho sobre o que não se pode ensinar e que corresponde ao título deste curso.
(…) Um caminho de confidência de onde se apresenta a defesa da psicanálise, o desejo de fazer existir a psicanálise, não apenas como resposta aos ataques do cognitivismo, mas como possibilidade de manter aberta a porta ao singular, ao que não se avalia; um caminho, um desenvolvimento, o do curso, entre velocidade e pausa, como convém ao discurso analítico. Nos tempos que correm, trata-se do tratamento do real, o real na época dos números, sustentando um que fazer com o neurorreal. Um fazer na direção
do afirmado por Lacan de que cabe a cada um reinventar a psicanálise. (…) Marco geral para situar as declinações de “Todo mundo é louco, quer dizer, delirante”, nos seus paradoxos e que, como bússola, nos guia para situar-nos no ultimíssimo ensino de Lacan, “e consequentemente, para guiar-nos também em nossa ultimíssima prática”. O leitor encontrará nestas páginas muito mais indicações do que as que aqui resumidamente destacamos e isso, como todo desafio, tem a surpresa e a satisfação do
detalhe. 

Aníbal Lessere

UNA POLÍTICA PARA ERIZOS Y OTRAS HEREJIAS

R$ 47,00

Quando Freud analisou a natureza do vínculo social entre os seres falantes – especialmente em sua “Psicologia das massas e análise do eu” – tomou emprestado do filósofo Arthur Shopenhauer uma fábula conhecida como ‘O dilema do ouriço”. (…) O sintoma pode ser, então, a melhor bússola para a sociedade dos ouriços mutantes.

Miquel Bassols

VARIDADE – REVISTA DO INSTITUTO CLÍNICO DE PSICANÁLISE DE ORIENTAÇÃO LACANIANA SANTA CATARINA

R$ 40,00

VARIDADE, Revista do ICPOL/SC, contempla artigos que poderão subsidiar a elaboração da sofisticada e delicada relação de vizinhança entre Institutos do Campo Freudiano e a Escola, as lógicas de transmissão distintas aí implicadas e, ao mesmo tempo, não desatreladas. Compõem o volume a produção de seus participantes e artigos resultantes de suas atividades de intercâmbio.

Palavras chaves: Instituto do Campo Freudiano, Escola, Transmissão, Psicanálise de Orientação
Lacaniana