Exibindo 13–24 de 24 resultados

EXTIMIDAD

R$ 240,00

Resumo: “Extimidad a palavra já se tornou corriqueira no campo da psicanálise lacaniana e começa a ser usada além dele. Nós a encontramos em periódicos como um nome comum daquilo que, sendo muito íntimo e familiar, converte-se ao mesmo tempo em algo radicalmente estranho. E é verdade que essa palavra diz muito bem em sua estranheza neológica de uma propriedade do sujeito de nosso tempo, um sujeito sempre exilado de si mesmo, que só parece encontrar seu ser mais íntimo no mais distante e deslocado dele. A palavra foi inventada por Jacques Lacan – aparece pela primeira vez em seu seminário sobre A ética da psicanálise em 1958 – e, ainda que usada poucas vezes ao longo do seu ensino, foi recuperada e reelaborada por Jacques-Alain Miller neste curso de 1985 que agora se publica. (…) Para o sujeito de nosso tempo, a extimidade se faz presente como um gozo que toma as formas mais variadas de seu sintoma. Esse gozo, tal como assinala aqui Jacques-Alain Miller, apresenta-se como “algo exterior, liberado de si mesmo, rechaçado da linguagem. Já não é êxtimo ao Outro, mas foracluído, e retorna no real.” O leitor encontrará assim neste livro, nova rendição do curso de Jacques-Alain Miller no qual seguem se formando várias gerações de psicanalistas, o modo como eles devem fazer presente a extimidade própria à psicanálise para estar à altura de seu tempo.” Miquel Bassols

LA EXPERIENCIA DE LO REAL EN LA CURA PSICOANALÍTICA

R$ 280,00

Resumo: “Neste curso sobre “ A experiência do real na cura psicanalítica”, Jacques-Alain Miller percorre as distintas escansões no ensino de Jacques Lacan referentes à experiência do real. Ao longo desse percurso, Jacques-Alain Miller aborda conceitos fundamentais da prática psicanalítica como defesa, recalque, sintoma, gozo e pulsão, e em seguida, os seis paradigmas do gozo. Tais desenvolvimentos culminarão na noção de corpo vivo para a psicanálise, isto é, um corpo afetado pelo gozo. Se trata da incidência da língua no ser falante que deixam marcas no corpo, que o perturbam e que produzem sintomas”.

LO FEMENINO

R$ 65,00
Esgotado

LO FEMENINO ENTRE CENTRO Y AUSÊNCIA

R$ 50,00

Entre centro e ausência, o feminino nomeia o que não seria necessário existir, esse ponto cego que localiza, sempre sem sucesso, a alteridade radical que define o gozo do Outro. Por isso geralmente é segregado como estranho. Longe do falocentrismo freudiano e seguindo a orientação lacaniana, Miquel Bassols nos apresenta neste livro as diversas formas em que o feminino abre um espaço que já não podia mais funcionar na lógica da presença-ausência, nesse ‘entre’ que dá lugar a um espaço impossível de percorrer, o feminino que faz explodir, hoje mais do que nunca, o império da cifra e da exatidão que comanda o discurso da ciência.

Esgotado

TODO EL MUNDO ES LOCO

R$ 200,00

Todo mundo é louco é um elo a mais na tarefa de elucidação do ensino de Lacan. A Orientação lacaniana que se manifesta nesses cursos tem maneiras variadas e eficazes de elucidar esse ensino: o comentário de uma frase elevada a nível de conceito, uma palavra iluminadora, etc. No entanto, nestas páginas encontramos uma agradável novidade, não apenas no que diz respeito a por onde Miller avança, mas quanto à maneira como se posiciona para esse percurso, já que fala como analisante; é a sua maneira de abrir caminho sobre o que não se pode ensinar e que corresponde ao título deste curso.
(…) Um caminho de confidência de onde se apresenta a defesa da psicanálise, o desejo de fazer existir a psicanálise, não apenas como resposta aos ataques do cognitivismo, mas como possibilidade de manter aberta a porta ao singular, ao que não se avalia; um caminho, um desenvolvimento, o do curso, entre velocidade e pausa, como convém ao discurso analítico. Nos tempos que correm, trata-se do tratamento do real, o real na época dos números, sustentando um que fazer com o neurorreal. Um fazer na direção
do afirmado por Lacan de que cabe a cada um reinventar a psicanálise. (…) Marco geral para situar as declinações de “Todo mundo é louco, quer dizer, delirante”, nos seus paradoxos e que, como bússola, nos guia para situar-nos no ultimíssimo ensino de Lacan, “e consequentemente, para guiar-nos também em nossa ultimíssima prática”. O leitor encontrará nestas páginas muito mais indicações do que as que aqui resumidamente destacamos e isso, como todo desafio, tem a surpresa e a satisfação do
detalhe. 

Aníbal Lessere

UNA POLÍTICA PARA ERIZOS Y OTRAS HEREJIAS

R$ 47,00

Quando Freud analisou a natureza do vínculo social entre os seres falantes – especialmente em sua “Psicologia das massas e análise do eu” – tomou emprestado do filósofo Arthur Shopenhauer uma fábula conhecida como ‘O dilema do ouriço”. (…) O sintoma pode ser, então, a melhor bússola para a sociedade dos ouriços mutantes.

Miquel Bassols