Exibindo 49–60 de 122 resultados

Sale!

CORREIO 51

R$ 9,99

… Debatendo as relações entre  psicanalise e o social – incluindo sob este termo a politica, o aparelho de estado, as instituições, a  ordem jurídica, os discursos, a mídia, a saúde, a ciência, as cidades, os cidadãos, o Outro – o Colóquio abordou um campo extenso.

Partiu-se de uma evidencia: a utilidade social da Psicanalise…” A Psicanálise evita repetições de resfriados”. Seus efeitos podem ser verificados empiricamente. Não tratou, portanto, de interrogar sua utilidade, mas de mostra-la, de acompanhar sua aplicação múltipla e perturbadora, de extrair sua lógica e consequências…

CREENCIAS

R$ 65,00

Índice

Prólogo
Paula Rodríguez Acquarone

Breve comentário a propósito de Antônio Machado
por Paula Gil

I

El Otro sin Otro
Jacques-Alain Miller

Lógica del cuerpo hablante en la civilización
Éric Laurent

II

Creencia, increencia y ateísmo: clínica de la creencia
Silvia Baudini

La orientación por lo real, no sin la creencia
Florencia Dassen

La grieta es una discordia que no es como las otras
Juan Carlos Indart

Las creencias en la experiencia analítica
Irene Kuperwajs

¿En qué creen los místicos?
Claudia Lazaro

Un ateísmo viable
Patricia Moraga

Sobre la creencia y la identificación
Silvia Ons

Clínica de la creencia
Gabriel Racki

Creencia… en el síntoma
Luis Tudanca

¿En qué creen los que no creen?
Paula Vallejo

Entrevista a Dalila Arpin
por Perla Drechsler

EL AMOR, AÚN. UNA LECTURA DEL SEMINÁRIO 20 Y SUS FUENTES ANTIGUAS

R$ 64,99

O leitor atento estará muito bem acompanhado por Carmen nessa compreensão sem entender tão rápido o que Lacan colocou como condição da formação do psicanalista. E assim você encontrará nestas páginas uma leitura sábia – uma leitura persistente, insistente, consistente, passo a passo – de um Seminário Lacan que deve ser abordado, mesmo que seja a primeira vez, sabendo que não se entende como pensamos entender, e sem querer entender muito rapidamente o que, no entanto, já sabemos.

Miquel Bassols

EL LUGAR Y EL LAZO

R$ 200,00

O Lugar e o Laço evidencia a promoção do sintoma como referência clínica em termos de sinthome (o qual responde à orientação para o real, que nomeia o fora de sentido), que põe em evidência o que Lacan tinha proposto como autonomia e prevalência do simbólico sobre o imaginário e o real, estabelecendo a homogeneidade dos três registros. Destacando que essa equivalência desperta do sonho estruturalista de uma ordem, um universo de regras. Então, ali onde se encontrava a ordem simbólica como armadura e referência do sujeito, se inscreve a expressão modo de gozar.
Uma ordem sintomática, em que o próprio sintoma é a regra que instaura uma tensão entre o sintoma-mensagem, ponto de partida do ensino de Lacan, e que, enquanto recalcado é interpretável, e o sintoma modo de gozar, referência de seu último ensino, que não é interpretável como tal.
Esta concepção segundo a qual a verdade é o Um e não o Outro, que prefere o real, que introduz a noção de lalíngua, que inclui a referência ao vivente, e que não se guia pelo Nome do Pai, conduz Jacques -Alain Miller neste curso a revisar de uma maneira comovente o que Lacan havia mostrado.

EXTIMIDAD

R$ 220,00

Resumo: “Extimidad a palavra já se tornou corriqueira no campo da psicanálise lacaniana e começa a ser usada além dele. Nós a encontramos em periódicos como um nome comum daquilo que, sendo muito íntimo e familiar, converte-se ao mesmo tempo em algo radicalmente estranho. E é verdade que essa palavra diz muito bem em sua estranheza neológica de uma propriedade do sujeito de nosso tempo, um sujeito sempre exilado de si mesmo, que só parece encontrar seu ser mais íntimo no mais distante e deslocado dele. A palavra foi inventada por Jacques Lacan – aparece pela primeira vez em seu seminário sobre A ética da psicanálise em 1958 – e, ainda que usada poucas vezes ao longo do seu ensino, foi recuperada e reelaborada por Jacques-Alain Miller neste curso de 1985 que agora se publica. (…) Para o sujeito de nosso tempo, a extimidade se faz presente como um gozo que toma as formas mais variadas de seu sintoma. Esse gozo, tal como assinala aqui Jacques-Alain Miller, apresenta-se como “algo exterior, liberado de si mesmo, rechaçado da linguagem. Já não é êxtimo ao Outro, mas foracluído, e retorna no real.” O leitor encontrará assim neste livro, nova rendição do curso de Jacques-Alain Miller no qual seguem se formando várias gerações de psicanalistas, o modo como eles devem fazer presente a extimidade própria à psicanálise para estar à altura de seu tempo.” Miquel Bassols

FORMACIÓN DEL ANALISTA – Un esfuerzo de poesía

R$ 65,00

Índice

Palabras preliminares

El psicoanálisis, ni útil ni fútil…
¿un esfuerzo de poesía?

Entre las redes de un poema, Leticia A. Acevedo
La utilidad primera, Nicolás Bousoño
La acción lacaniana, Walter Capelli
El lastre del padre, Cecilia Rubinetti
El psicoanálisis, ni útil ni fútil… ¿un esfuerzo de poesía?, Diana Wolodarsky
Conversación

Cuando el psicoanálisis se quita el lastre del padre
Inventar un truco para llenar el agujero en lo real, Daniela Teggi
Quitarse el lastre del padre: el padre como función, Luis Tudanca
Conversación

La grieta del goce
Intrusus, Karina Castro
Disparidad poética, Paula Husni
Un esfuerzo de poesía, Fabián Naparstek
Conversación

Del Dios padre freudiano a L/a mujer lacaniana
Del padre freudiano a la mujer lacaniana, Juan Mitre
Pasión por lo nuevo, Alicia Yacoi
Después del padre, el goce se escribe en femenino, Silvia Salman
Conversación

Indiscreto inconsciente

R$ 59,99

Indice

La ciudad, dividida
El ser de la política
El Estado
Hegelianos un poco
Capuletos y Montescos
El príncipe

La policía
La impresión del Estado
El hombre Hegel
Vigilados y castigados
La letra distraída
De una letra sin semblante
La policía sin Otro
Jean Genet
El gran burdel

La discreción
Sade
Estado uno
La discreción
Baltasar Gracián

El fascismo
Italia
Alemania
España
Fisonomía del fascismo

LA EXPERIENCIA DE LO REAL EN LA CURA PSICOANALÍTICA

R$ 261,00

Resumo: “Neste curso sobre “ A experiência do real na cura psicanalítica”, Jacques-Alain Miller percorre as distintas escansões no ensino de Jacques Lacan referentes à experiência do real. Ao longo desse percurso, Jacques-Alain Miller aborda conceitos fundamentais da prática psicanalítica como defesa, recalque, sintoma, gozo e pulsão, e em seguida, os seis paradigmas do gozo. Tais desenvolvimentos culminarão na noção de corpo vivo para a psicanálise, isto é, um corpo afetado pelo gozo. Se trata da incidência da língua no ser falante que deixam marcas no corpo, que o perturbam e que produzem sintomas”.