Exibindo todos 5 resultados

O SONHO

R$ 55,00

Scilicet-Sonho

“Passamos nosso tempo a sonhar, não sonhamos somente quando dormimos”.

JACQUES LACAN – “O Momento de Concluir”

O sonho. Sua interpretação e seu uso no tratamento lacaniano é o tema escolhido  pela associação mundial de psicanálise para seu congresso bienal. O desafio é dar conta da prática contemporânea dos psicanalistas de orientação lacaniana em relação ao sonho. Portanto, este Scilicet visa ao cerne da prática analítica. Seu objetivo é o de definir a céu aberto a maneira pela qual os sonhos são analisados nos tratamentos de hoje em dia. Assim, prezado leitor, você poderá saber como o sonho é interpretado e qual uso se faz disso no tratamento.  Este volume é o oitavo da série Scilicet, cujo título é retomado da revista epônima criada por Jacques Lacan, que assim se dirigia a cada leitor: – “Tu podes saber”. Scilicet é uma ferramenta fundamental a serviço do saber exposto dos psicanalistas, mobilizada por ocasião de cada congresso da Associação Mundial de Psicanálise (AMP). Na abertura deste volume, temos a alegria de oferecer aos leitores de Scilicet um texto de Jacques-Alain Miller, “Despertar”, escrito em 1979.

CURINGA 49

R$ 70,00

Palavra -chave: verdade, mentira, semblante, real, laço social

CORREIO 82

R$ 40,00

As Ressonâncias dos Discursos.

“Vivemos em um mundo inteiramente Unheimlich” . O corpo, a tecnica, o judeu, a feminilidade, figuras do Unheimlichkeit que Jean-Luc Nancy convida alternadamente à sua reflexão, a fim de interrogar o mundo no qual vivemos. elas são o signo de uma época conturbada, que vê declinar a ordem simbólica, bala as relações sociais e “remodela os grandes aspectos da vida”? Da experiencia do estranho ao mais intimo – com o transplante, as figuras de alternidade rejeitadas pelo corpo social, o judeu, o feminino, do real do sexo ao incontrolável do Trieb.

AGENTE Nº 18

R$ 50,00

Recolher no duplo sentido da palavra. Eis o propósito da Agente 18 que vocês têm entre as mãos. Colhe os frutos do trabalhado em 2018 na Seção Bahia da EBP e reúne intimamente o que de outro modo permaneceria disperso. Também nos servimos do sentido dicionarizado de deixar o lugar onde se estava, para ir abrigar-se, ficar sozinho num local privado, íntimo. A intimidade opaca da vida de momentos de vida da Seção Bahia nesse objeto êxtimo que oferecemos para vocês leitores.

Agente n.18 Revista da Seção Bahia da Escola Brasileira de Psicanálise, 2019.