Publicações

Correio Express Número 6

Correio Express Número 6

Autor

Vários

Número / Edição

5

Ano

2018

Sobre o Livro

Caros Colegas,

XXII EBCF
As comissões organizadoras do XXII EBCF estão trabalhando para que nosso Encontro em novembro seja um momento profícuo. O tema da “queda do falocentrismo: consequências para a psicanálise” tem várias abordagens possíveis.
Esta será a ocasião de se depositar o trabalho realizado em nossa comunidade sobre o tema e também de nos depararmos com o que ainda resta a elaborar. A participação de Éric Laurent deverá nos relançar ao trabalho que, como sabemos, é preciso continuar.
Esperamos os colegas de todo o Brasil para estreitar nossos laços, avaliando as consequências das mudanças que se impõem na prática da psicanálise neste século.

Ainda é cedo para dar os detalhes, mas uma festa surpreendente está sendo planejada para que nosso affectio societatis seja também alegre e lúdico.

Angela C. Bernardes - Diretora do XXII EBCF

Índice

ENTREVISTA COM ERIC LAURENT | por Fernanda Otoni

Democracia: substantivo feminino, singular 

A fala de Éric Laurent não poderia nos chegar em momento mais agudo, justo às vésperas do primeiro turno das eleições presidenciais em nosso país. Sua leitura perspicaz e precisa do momento político brasileiro ressalta o quanto as declarações “falocentradas” do candidato que, de acordo com as pesquisas, lidera as intenções de voto no primeiro turno, aturdem, entre outras tantas coisas, pela perplexidade que seu “machismo fálico” provoca. Nestes tempos de falocentrismo em alta, conclama Laurent, vê-se insurgir, escuta-se percutir e ressoar uma polifonia de vozes femininas, convocando a repensar o que se passa no campo político.

A psicanálise, esta prática que, não sendo revolucionária, afirma-se como subversiva, de fato nos subverte, sempre que o exercício da palavra advém de sua afinidade com o não-todo. O ímpeto de desconsistir os discursos de ódio, dimanado do movimento que desborda da dizmensão desta “fala feminina”, desponta como possibilidade e aposta de um fazer político, com e por meio da palavra – nossa única ferramenta – a derruir os discursos que matam, em tempos de truculenta intolerância e de horizontes sombrios.

Lucíola Freitas de Macêdo
Presidente da EBP

Luiz Fernando Carrijo da Cunha 
Diretor da EBP

Assista à entrevista




BIBLIÔ

O “Falo no jardim” na Biblioteca | Leia Mais




ACONTECE NAS SEÇÕES

EBP-São Paulo

Questões sobre psicanálise e ciência hoje | Daniela de Camargo Barros Affonso Leia Mais

Psicanálise: do que estamos falando? | Maria Bernadette Soares de Sant´Ana Pitteri Leia Mais

EBP-Pernambuco

Fragilidade do Outro e desenlaces dos sexos | Elizabete Siqueira e Gisella Sette Lopes Leia Mais




DOBRADIÇA DE CARTÉIS

Mulher: sintoma do homem? |Flavia Bonfim Leia Mais

Mil Vezes Boa Noite | Rosemarie Fernandes Mooneyhan Leia Mais

Terrorismo: uma nova aliança com o gozo? | Ondina Machado Leia Mais




Outras publicações relacionadas