Admissão de Membros

A admissão de Membros da Escola Brasileira de Psicanálise adota a política da enunciação analisante, mantendo a exigência analítica nas candidaturas daqueles que sustentem seu pedido em sua relação com o inconsciente. A prática clínica e de supervisão também serão consideradas, assim como o investimento libidinal do candidato em relação à comunidade analítica, tanto na Seção ou Delegação, como junto à EBP, à Escola Una e à AMP.

O processo de admissão permanece aberto, em qualquer época, àqueles que desejarem se candidatar. No entanto, para aqueles que desejam ter examinadas suas candidaturas ainda no ano corrente, solicitamos que encaminhem seus documentos até o dia 31 de agosto. Portanto, apenas os pedidos realizados até 31/08/2016 entrarão no processo de admissão 2016. O processo de admissão permanece aberto, porém, as demandas após essa data serão examinadas no próximo ano.

Cada um que desejar ingressar neste procedimento deverá encaminhar os documentos listados abaixo à Presidente da EBP, Marcela Antelo, e à Secretária do Conselho da EBP, Glória Maron, por meio do e-mail: admissao.escolabrasileira@gmail.com, com cópia para: marcela.antelo@gmail.com; marongrm@gmail.com.

OBSERVAÇÃO

 

Apenas a carta de intenção justificando a demanda de admissão deverá ser encaminhada em cópia impressa, por correio postal, para o seguinte destinatário e endereço:

Conselho da EBP – Admissões
A/C Escola Brasileira de Psicanálise
Rua Teodoro Sampaio, 1441 – cj 13. Pinheiros/ São Paulo/ SP
CEP 05405-150

Os demais documentos deverão ser enviados por e-mail aos referidos endereços acima.

DOCUMENTOS

1) Carta de intenção justificando a demanda de admissão;
2) Curriculum vitae onde constem dados biográficos, endereço, experiência analítica, percurso no campo freudiano, publicações, participação em congressos, titulações acadêmicas, cargos, funções e experiências de relevância para a comunidade analítica.
3) Três textos de sua autoria, apresentados e/ou publicados recentemente, que considerar expressivos de sua elaboração clínica e epistêmica no Campo Freudiano.

O processo consistirá em duas etapas:

1) Exame inicial das solicitações;
2) Entrevistas presenciais com os Conselheiros da EBP.

Após a primeira etapa, a Secretaria do Conselho entrará em contato com o candidato que for indicado pelo Conselho da EBP a prosseguir o processo de admissão. Neste contato, os candidatos serão informados sobre os detalhamentos necessários para a continuidade da avaliação de seu pedido. Oportunamente, os candidatos receberão os resultados do processo de admissão como membros da EBP/AMP.

Atenciosamente.
Marcela Antelo – Presidente do Conselho da EBP
Glória Maron – Secretária do Conselho da EBP