BIBLIÔ 28

por Vários autores

A- / A+

EDITORIAL

Este número de Bibliô traz uma questão que nos é bastante cara, através da pergunta: “O que é um livro?”. Considerando que Lacan, no final de seu ensino, dizia que um analista é um leitor, leitor muito particular, que corta ao ler, e sem o qual, não haveria mais psicanálise, do modo como a concebemos hoje, esta pergunta mostra a sua pertinência. Para que uma leitura se dê, é necessário algo que se dê a ler…

Buscamos selecionar pontos coincidentes entre esses dois campos, entre o que se escreve e o que se lê, e levantar alguns aspectos ligados à pergunta mencionada, no intuito de trazer alguns elementos que nos permitam considerar algo da especificidade da escrita em psicanálise.

Esperamos que a leitura seja agradável!

Teresinha N. Meirelles do Prado
Diretora de biblioteca (2015 – 2017) – Seção SP, EBP/AMP


Download BIBLIÔ 28