Fale conosco: (71) 3235-9020

Sobre a EBP - Bahia

Em 1995, a AMP fundou a EBP, o que fez em dois tempos; no primeiro foi a Escola Múltipla formada por cinco Seções; a Seção Bahia entre elas. No segundo momento, a Escola Una. A política convergente da Diretoria e o Conselho consideram que a função primeira da Escola é a formação de seus Membros e o mantimento da “lâmina cortante da verdade” da psicanálise. A orientação epistêmica é determinada pela Diretoria da Seção em consonância com o Conselho, assim como diversas atividades através das Diretorias de Biblioteca, Intercâmbio e Cartéis, e Administrativa Financeira. Em conjunto com o Conselho da Seção, a Diretoria reúne os Membros para trabalhos de teoria da clínica, convidando AEs que terminaram seu tempo de testemunhar, trabalhando com eles a teoria de seus passes na perspectiva do tempo. O Conselho da Seção toma a seu cargo as questões relacionadas com os ME, assim como cuida da Política e da orientação epistêmica da Seção com a Diretoria. O funcionamento administrativo e financeiro está dentro e a serviço do discurso analítico.